o Cousa

Partilhar com todos os Fãs dos desportos motorizados, a experiência dos meus 30 anos por dentro do automobilismo de competição em On line, na minha cadeira de rodas.

A minha foto
Nome:
Localização: Gondomar, Porto, Portugal

Tenho duas colaboradoras excelentes neste meu singelo BLOG. Uma é Fotógrafa minha esposa RL KIKAS A outra minha colaboradora a nível de TRATAMENTO DE IMAGENS é minha querida noiva SL Vivian Acosta Rivera As duas o muito obrigado

quinta-feira, junho 14, 2007

HENRI TOIVONEN


Nascido como todos os grandes pilotos de Rallys na Finlândia no ano de 1956 Toivonem começou a gostar de rallys aos sete anos de idade quando o seu pai Paul Toivonem o senta no banco do lado direito no Porche para treinar os Mil Lagos.
O seu primeiro rally foi precisamente os Mil Lagos com um Sinca rally 2, mas num salto a seis PECs do final a bomba de óleo saltou e foi a desistência.
Era um desconhecido na Europa até que no ano de 1978 participa pela 1º vez num rally fora de portas mais concretamente no carismático Rally RAC (Inglaterra) com um Talbot Sunbeam Lotus de grupo2 alcançando um meritório nono lugar, um carro ainda em face de desenvolvimento.
Henri trás uma grande tradição nos Rallys, seu pai Paul Toivonen que obteve grandes vitórias em Porche e Citroen.
Toivonen correu em Formula V no seu país, foi nos lagos gelados que aprendeu a conduzir nos Rallys como todos Finlandeses, na Escócia estava na frente do rally quando desistiu com avaria no carro.
Os seus primeiros pontos conseguidos no campeonato do mundo foi em São Remo, um excelente quinto lugar da geral e segundo do grupo2 com o Talbot do Team de Dês O; Dell.
Finalizando com uma grande vitória á geral no RAC Inglaterra, tendo como co-piloto Paul White com um carro muito inferior á concorrência e sendo o mais jovem piloto a vencer uma prova do campeonato do mundo então com 24 anos.
No ano de 85 a Lancia estreia o Lancia Delta S4, depois de vários desaires com o Lancia 037 ( tracção só a trás) contrata Henri Toivonen para sua Squadra, Henri vence no RAC Inglatera e soma a sua segunda vitória em provas do Campeonato do Mundo.
Na Córsega do ano seguinte Toivonen despista-se, precipita-se por uma ravina o carro incendeia-se, Henri e o seu co-piloto Sérgio Cresto morrem carbonizados.
Foi o fim dos grupos B (formula 1 de terra como eram conhecidos) mas mais importante foi o fim duma carreira de um grande piloto que ficará na memórias de todos os seus Fãs.
ATÉ SEMPRE HENRI TOIVONEN

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial