o Cousa

Partilhar com todos os Fãs dos desportos motorizados, a experiência dos meus 30 anos por dentro do automobilismo de competição em On line, na minha cadeira de rodas.

A minha foto
Nome:
Localização: Gondomar, Porto, Portugal

Tenho duas colaboradoras excelentes neste meu singelo BLOG. Uma é Fotógrafa minha esposa RL KIKAS A outra minha colaboradora a nível de TRATAMENTO DE IMAGENS é minha querida noiva SL Vivian Acosta Rivera As duas o muito obrigado

domingo, março 04, 2007

MANUEL GIÃO FILHO


Manuel Gião faz precisamente vinte e cinco anos de carreira como piloto profissional este ano, e como fã dele resolvi fazer a sua biografia como piloto de alta competição neste meu singelo blog.
Gião iniciou-se na escola do Karting no longínquo ano de 1983 com ajuda do seu pai que fazia corridas de kart no Autódromo do Estoril, juntamente com o seu filho, naqueles tempos só se poderia correr com16 anos de idade mas o seu pai aos 10 anos de idade viu potencial no filho, e fala ao malogrado César Torres Presidente da CDN (Comissão Desportiva Nacional) para formar uma categoria de Kart com 12 anos e nasce assim a categoria Primavera.
Actualmente Gião tem dois filhos o mais velho com três anos de idade, quer continuar a mesma profissão do pai e avô.
Vence todos os campeonatos e nas várias categorias de Karting de 1983 a 1988, entra na Formula Ford em 90 e vence o Campeonato em 91, no ano 95 é vice Campeão de formula Opel, mas vence a taça das Nações, no ano de 97 sagra-se Campeão Super formula Italiana, no ano de 98 vai correr para Espanha a Formula Nissan é Terceiro.
No ano seguinte no meu ponto de vista é o ano de oiro de Manuel Gião e passo a enumerar o porquê na última corrida em Espanha na Formula Nissan foi rotundamente roubado é mesmo essa a expressão para Fernando Alonso, que ultrapassa Gião, e Tomas Scheckter com bandeiras amarelas e não é penalizado, o prémio de quem vencesse o campeonato, era um teste no Minard F1 E Gião perdeu o título para Alonso e o respectivo teste na F1 claramente injustiçado, e porque o nosso país é muito pequenino e só vem provar que os nossos talentos não teem hipóteses de grandes carreiras infelismente.

No ano de 2002 vence o troféu Datsun 1200 recordando o seu pai como um dos pioneiros do Troféu dos anos 70, em 2004 é novamente vice campeão mas de formula 3 em Espanha, no ano seguinte Gião participa em GT é novamente vice campeão, e o ano passado volta novamente ao GT fazendo dupla com Ni Amorim no Ferrari 360 da Play Team, sendo vice campeão e vencedor da Taça Ibérica GT.
Só se lamenta Gião nunca ter apoios para entrar na F1 esteve quase lá mas o seu projecto com o seu malogrado amigo Marco Campos não teve a necessária viabilidade por circunstancias trágicas, pois o seu amigo Marco veio a falecer na ultima corrida de Fórmula 3000.
O mais perto que teve com um formula 1 foi com um monolugar da Formula Nippon em testes de pneus
Manuel Gião um grande piloto, tal como seu pai uma pessoa extremamente simples e humilde que nunca virou a cara á luta nos momentos menos bons da sua vida como piloto, e que fés dele um grande Homem.
Força Manuel Gião

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial