o Cousa

Partilhar com todos os Fãs dos desportos motorizados, a experiência dos meus 30 anos por dentro do automobilismo de competição em On line, na minha cadeira de rodas.

A minha foto
Nome:
Localização: Gondomar, Porto, Portugal

Tenho duas colaboradoras excelentes neste meu singelo BLOG. Uma é Fotógrafa minha esposa RL KIKAS A outra minha colaboradora a nível de TRATAMENTO DE IMAGENS é minha querida noiva SL Vivian Acosta Rivera As duas o muito obrigado

quarta-feira, dezembro 27, 2006

CAMPEONATO NACIONAL DE TODO TERRENO


O campeonato TT 2006 iniciou-se de uma forma um pouco amorfa ou seja numa face de desmotivação para os concorrentes e organizações, parecendo entrar em desgraça.
Pedro Grancha/Pedro Tavares foram os incontestáveis vencedores ao serem os mais consistentes do pelotão, munidos de um Mitsubishi Pajero DiD com elevado nível de preparação, os pilotos da VR2 Motorsport demonstraram que apesar de injustiçados logo na primeira prova de abertura Baja Terras d’el Rei ao serem desclassificados depois de terem vencido, não baixaram os braços antes pelo contrário, aumentou-lhes ainda mais motivação. Na segunda prova não se inscreveram por motivos familiares, contudo esta dupla vence a terceira prova Vodafone Transibérico onde praticamente arrumaram a questão do título a seu favor.
Miguel Barbosa/ Miguel Ramalho da Vodafone Liberty Seguros Team foram os seus mais directos opositores, mas graves problemas na Nissan alugada à Prolama Competições deitaram por terra os objectivos desta dupla sendo forçados a recorrerem ao preparador Francês André Dessoude optando por alugarem uma Nissan Pick Up (ex. Carlos Sousa), mas ao abandonarem com problemas insolúveis nas Serras do Norte “quando eram líderes incontestáveis”, dizem adeus ao campeonato.
Edgar Condenso/ Nuno Silva em Nissan Navarra Pick Up da Ramalho Couto Prolama Team em estreia foram regulares acabando por conquistar o terceiro lugar com muito mérito.
Decepção foram João Ramos/ Vítor Jesus em Toyota Rav 4 poderiam ir mais longe após duas vitórias, Reguengos e Macedo de Cavaleiros mas excessos de impetuosidade levaram esta dupla a vários abandonos.
Filipe Campos/ Jaime Baptista em Renault Mégane PRV da Gransport (Luís Dias) foram a maior desilusão deste campeonato, mas mais imputáveis ao carro pagando o preço da juventude deste novo projecto ou seja a falta de fiabilidade deste.
Para o ano há mais

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial